FLAGELO DAS DROGAS: Filho agride o pai a tijoladas e outro dá socos, chutes e ameaça a mãe de morte, na região

August 15, 2019

 

 

              Homem foi agredido a tijoladas pelo filho usuário de drogas  (Foto: TV Paraguaçu) 

 

Um jovem de 19 anos agrediu seu próprio pai com tijolada na cabeça na manhã desta quarta-feira (14) em Maracaí (SP). O caso aconteceu na Vila Andrade e a Polícia Militar foi acionada.

Segundo informações da vítima, o senhor Nivaldo, a agressão aconteceu por volta de 5h40, quando ele foi fazer café e percebeu que estavam faltando alguns alimentos na geladeira. Ao questionar o filho, ambos entraram em discussão. Em seguida, os dois entraram em luta corporal e o rapaz agrediu o pai com tijoladas na cabeça.

O homem foi socorrido e encaminhado para o hospital. Ele foi na Delegacia registrar a ocorrência. Ele afirmou ainda que o filho é usuário de drogas e acredita que o mesmo estava sofrendo de abstinência.

AGREDIU E AMEAÇOU A MÃE DE MORTE 

Polícia Civil recebeu denúncia de uma mãe que foi ameaçada pelo próprio filho, que a procurou para pedir dinheiro para comprar droga.

No registro policial, classificado como violência doméstica, a mãe, uma advogada de 62 anos, disse que seu filho, um desempregado de 29, a ameaçou de morte caso não lhe passasse valores para manter o vício.

A equipe da Delegacia de Palmital está trabalhando para viabilizar junto ao Judiciário uma “medida protetiva” para a mulher, com base na lei Maria da Penha.

De acordo com registros oficiais, a advogada compareceu à Delegacia de Palmital e denunciou que seu filho, usuário de drogas, a agride com frequência a socos e chutes nas pernas e na barriga para conseguir dinheiro que usa para comprar os entorpecentes que usa.

Conforme relato da mulher, o rapaz a procurou e disse que iria matá-la caso não desse mais dinheiro.

Diante da situação, a mãe procurou a Polícia Civil para denunciar a violência praticada pelo filho e pedir uma medida protetiva ao Judiciário, evitando que o filho se aproxime dela e continue com as agressões. A advogada revelou ainda que tem medo do filho, que já foi preso anteriormente por agressões contra ela, permanecendo encarcerado por cinco meses.

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

WHATSAPP DO JORNAL DO POVO PARA ENVIO DE SUGESTÕES, FOTOS OU VÍDEOS
99797-5612 
99797-3003
Siga "JP POVO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black