Prefeito Daniel Alonso cancelou o desfile de 7 de Setembro, mas ignora "contenção de despesas" e gasta com a Parada Gay

September 28, 2019

     Imagens da Parada da Diversidade realizada em Marília pelo  Coletivo Arco Íris (comunidade LGBT)

 

Total estrutura e equipe de apoio. Com este aparato, a gestão Daniel Alonso (PSDB), através da secretaria municipal da Cultura, comandada pelo comunista André Gomes (PC do B) está apoiando a Parada Gay (Parada da Diversidade), que acontecerá na tarde deste domingo (29) no centro de Marília.

É a terceira edição deste evento que reúne segmentos de minorias, iniciado junto com a atual gestão. A organização é do Coletivo Arco-Íris, que agrega a comunidade LGBT em Marília. 

Este ano, além da presença do trio elétrico "Mais Orgulho", haverá aplicação de tatuagem temporária para quem levar um brinquedo ou um quilo de alimento não perecível, que serão doados à entidades assistenciais. A Miss Marília Gay, Valentina Veigga, deverá estar presente no evento. 

 DECRETO DE ECONOMIA FOI SÓ ENGANAÇÃO 

No início deste mês, Daniel Alonso anunciou pelo terceiro ano consecutivo a realização do tradicional desfile Cívico Militar de 7 de Setembro, que seria realizado na Avenida Sampaio Vidal.

A justificativa, mais uma vez, foi a contenção de despesas. Não foi informado o custo do desfile, que conta com a participação voluntária de escolas, órgãos e entidades. 

Uma semana depois, contrariando seu "decreto de contenção de despesas", Daniel Alonso saiu pela cidade desfilando com dezenas de veículos oficiais, desperdiçando combustíveis e pagando grande volume de horas extras para servidores, em pleno sábado. 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

WHATSAPP DO JORNAL DO POVO PARA ENVIO DE SUGESTÕES, FOTOS OU VÍDEOS
99797-5612 
99797-3003
Siga "JP POVO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black