Sob pressão e protestos, Câmara retira da pauta projeto do prefeito Daniel Alonso que reduz renda e prejudica motoristas da Prefeitura

November 5, 2019

Sob forte pressão e protestos nas galerias durante a sessão camarária desta segunda-feira (4), foi retirado da pauta de votação o projeto de autoria  do prefeito Daniel Alonso (PSDB) que reduz a renda dos motoristas que trabalham na Prefeitura. A retirada da matéria foi através de pedido de vistas do vereador Evandro Gallete (Podemos), aprovado pelo plenário. 

Proposta de Alonso é criar gratificação de 25% ao servidor que faz hora extra ao transportar pacientes e alunos, por exemplo, para outras cidades. Sindimmar (Sindicato dos Trabalhadores nos Serviços Públicos Municipais de Marília) e comissão formada pela categoria são contrários à matéria. 
Classe aponta que hoje o valor pago pelo Executivo em relação às horas extras cobre 100% valor, conforme prevê a CLT (Consolidação das Leis do Trabalho). Com a aprovação do projeto que tramita na Câmara, a prefeitura pagaria os 25% como gratificação. “Muito abaixo das horas extras que são feitas mensalmente. Hoje, um motorista da saúde, que vai para São Paulo, fica uma média de 90h por mês longe de casa. E os 25%, que ofereceram é o equivalente a apenas 22h deste tempo, destaca um motorista.
Diretoria do Sindimmar está se mobilizando para articular junto aos vereadores para que o projeto seja modificado. Em reunião com a diretoria do Sindicato e vereadores, ficou acertado que o município faria algumas alterações no projeto. O percentual passaria de 25% para 30%, seriam feitas modificações sobre o fechamento do ponto e outros ajustes.
Segundo o Sindimmar, a Prefeitura apresentou a proposta que altera o percentual para 30%, enquanto que as demais não foram apresentadas e por isso será feita a articulação junto aos parlamentares, para que eles apresentem emendas fazendo estes ajustes, afim de reduzir o prejuízo aos motoristas.
A apreciação do projeto foi solicitada através de requerimento formal do  vereador João do Bar (PHS), na sessão ordinária de terça-feira passada. Pedido foi submetido à votação do plenário e aprovado pelos outros parlamentares. Os motoristas estão sendo convocados a participarem da Sessão Ordinária, que começa às 17h. 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

WHATSAPP DO JORNAL DO POVO PARA ENVIO DE SUGESTÕES, FOTOS OU VÍDEOS
99797-5612 
99797-3003
Siga "JP POVO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black