Prefeitura inicia curso de capacitação de Agentes Comunitários de Saúde e de Endemias

February 6, 2020

Um dos objetivos será capacitar os agentes para lidar com questões de saneamento básico no município

 

A Prefeitura de Marília deu início nesta segunda-feira, dia 3 de fevereiro, ao curso de capacitação de agentes comunitários de saúde e de endemias no Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial).
No geral serão 12 turmas fazendo o curso, que irá até o dia 9 de junho, sendo que a duração é de 20h por turma. Serão aproximadamente 320 agentes no total, que terão a certificação pelo Senac.
A capacitação está relacionada ao Trabalho Social que faz parte da obra da ETE (Estação de Tratamento de Esgoto) das bacias Barbosa, Pombo e Palmital, desenvolvido pela Prefeitura de Marília, por meio da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social) em parceria com a Secretaria Municipal da Saúde, que escolheram o Senac para ministrar a capacitação tendo em vista sua credibilidade na área.

O curso de capacitação dos agentes tem três objetivos principais:

- Contribuir para o desenvolvimento de diversos setores, visando à capacitação de atores nas unidades de saúde com foco na aprendizagem de planejamento e implementação de ações socioambientais, por meio da participação coletiva, a fim de contribuir com o bem-estar social e local.

- Identificar desafios socioambientais globais na realidade local, por meio de análises de cenários atuais, a fim de estimular o envolvimento dos atores na busca de soluções pertinentes ao seu contexto.

- Capacitar o Agente Comunitário e de Endemias para lidar com questões de saneamento básico no município. Depois de capacitados, os agentes multiplicarão entre os moradores da cidade, os conceitos de higiene, saúde e saneamento básico.

Os agentes terão conhecimento sobre o que é saneamento básico e discutirão temas relacionados à melhoria da qualidade de vida de famílias vulneráveis, modos de abordar o assunto com a população que necessita ser informada, além de formas de se prevenir doenças.

A falta de higiene básica, armazenamento e destinação incorreta do lixo, instalações sanitárias inadequadas e uso de água contaminada são alguns dos fatores que causam doenças graves; interferindo diretamente na qualidade e expectativa de vida da população e no seu respectivo desenvolvimento.

De acordo com a secretária municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, Wania Lombardi, “é essencial para a saúde pública que haja uma constante sensibilização dos profissionais que atuam em áreas vulneráveis, muitas vezes apenas uma informação passada corretamente, por exemplo, pode resultar na prevenção de enfermidades e no bem-estar de várias famílias”, disse a secretária.

 “Esses agentes de saúde, depois de capacitados no programa, terão um papel muito relevante para a educação da população e na criação de novos hábitos e práticas mais saudáveis e sustentáveis na comunidade”, ressaltou Mônica de Vasconcelos, responsável técnica pelos Projetos Sociais da Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

WHATSAPP DO JORNAL DO POVO PARA ENVIO DE SUGESTÕES, FOTOS OU VÍDEOS
99797-5612 
99797-3003
Siga "JP POVO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black
  • Facebook - White Circle
  • Tumblr - White Circle
  • Twitter - White Circle
Anuncie aqui!!!
14 99797-5612

© 2017 por "JP. Povo