Após doença voltar e se alastrar, Prefeitura de Marília segue Ministério da Saúde e promove campanha de vacinação contra o Sarampo

February 14, 2020

Após a doença se alastrar em Marília, com 29 casos registrados (depois de mais de 30 anos sem notificações da doença), a Prefeitura de Marília acompanha  o Ministério da Saúde e  promove neste sábado a vacinação contra o Sarampo, dentro do programa Dia D da Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo. 

VACINAÇÃO

Todas as unidades de saúde da cidade estarão abertas das 8h às 17h – a cidade conta com 12 UBSs (Unidades Básicas de Saúde) e 41 USFs (Unidades de Saúde da Família).

A campanha, que é realizada simultaneamente em todo o país, começou oficialmente na segunda-feira, dia 10, e irá até o próximo dia 13 de março, tendo como público alvo crianças a partir de 5 anos até jovens de 19 anos.

O objetivo da campanha, de acordo com a responsável pelo Programa Municipal de Imunização, Renata Rodrigues Plácido, é a proteção da população contra o sarampo, possibilitando a interrupção da circulação do vírus.

“Esta será uma campanha seletiva, ou seja, para atualização da carteirinha. Será específica de sarampo, sendo que na hora será avaliada a carteirinha de vacinação. Caso a pessoa na faixa etária de 5 a 19 anos já tenha recebido as duas doses da imunização contra o sarampo, não será vacinada novamente”, disse Renata Plácido.

Conforme o calendário nacional de vacinação prevê, a aplicação da tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola) é feita aos 12 meses e também aos 15 meses para reforço da imunização com a tetraviral, que protege também contra varicela.

“Ao chegar à unidade mais próxima de sua residência, a pessoa apresentará a carteirinha de quem teoricamente for receber a vacina e, após a análise, será vacinada ou não. Quem já tomou a vacina com um ano e o reforço com um ano e três meses já está imunizado”, afirmou a responsável pelo Programa Municipal de Imunização.

A orientação da Secretaria Municipal da Saúde é que a população procure a unidade mais próxima da residência neste sábado (15), levando a carteirinha de vacinação e o cartão SUS da pessoa, facilitando assim o atendimento.

De acordo com o balanço parcial divulgado na quinta-feira, dia 13, pela Secretaria Municipal da Saúde, 244 pessoas compareceram às unidades de saúde, sendo que apenas 11 precisavam ser vacinadas, quatro na faixa etária de 10 a 14 anos e sete entre 15 e 19 anos – na faixa etária de 5 a 9 anos ainda não houve nenhuma vacina aplicada.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

WHATSAPP DO JORNAL DO POVO PARA ENVIO DE SUGESTÕES, FOTOS OU VÍDEOS
99797-5612 
99797-3003
Siga "JP POVO"
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black
  • Facebook - White Circle
  • Tumblr - White Circle
  • Twitter - White Circle
Anuncie aqui!!!
14 99797-5612

© 2017 por "JP. Povo