top of page
Buscar
  • Foto do escritor J. POVO- MARÍLIA

Acidente com ônibus revela relaxo de empresa que contratou trabalhadores rurais


A empresa responsável por contratar os trabalhadores rurais envolvidos em acidente, na manhã de quinta-feira (16), entre Avaré e Itatinga, responde por mais de 1.000 processos e ações trabalhistas no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) e Ministério Público do Trabalho (MPT).

O ônibus transportava 39 trabalhadores para uma fazenda de laranjas, em Avaré, quando caiu em uma ribanceira e capotou, na Estrada Vicinal Padre Léo Kruch. O acidente provocou a morte de Bruno Augusto Fernandes Paulo, de 28 anos, e deixou outras 38 pessoas feridas.

A Procuradoria Regional do Trabalho (PRT) de Campinas abriu um inquérito para apurar as condições de transporte dos trabalhadores, além de outras possíveis irregularidades contratuais da empresa Cutrale.

Conforme apurado pelo g1, a companhia, uma das principais produtoras e exportadoras de suco de laranja, possui uma extensa lista de processos trabalhistas.

De acordo com a Justiça do Trabalho de Campinas, a empresa é alvo em 1.136 processos ativos, que incluem ações trabalhistas e ações civis coletivas, entre 1989 e 2023. Veja no gráfico abaixo todos os procedimentos:

Já no MPT, há cinco inquéritos ativos contra a Cutrale e o órgão atua em ao menos oito ações coletivas contra a empresa. A maioria dos processos, segundo a Procuradoria, correm desde 2012.

Dos processos que atualmente correm no MPT, três são referentes à saúde e segurança no trabalho, um sobre acessibilidade e outro de informalidade no contrato de trabalho.

Acidente

Conforme o relato do motorista à polícia, o pneu direito da frente estourou. Com isso, o ônibus invadiu o canteiro lateral, caiu em uma ribanceira de nove metros e capotou. Ele alegou que estava a 60km/h. Segundo a Polícia Civil, o ônibus pertence à uma empresa terceirizada.

Equipes do Corpo de Bombeiros, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e ambulâncias de Avaré e Itatinga foram mobilizadas para socorrer as vítimas.

Conforme boletim de ocorrência, uma das vítimas foi arremessada para fora do ônibus e um trabalhador ficou preso às ferragens. O Instituto de Criminalística (IC) esteve no local do acidente. A Polícia Civil investiga o caso.


Vítimas

Uma das vítimas, identificada como Bruno Augusto Fernandes Paulo, de 28 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital de Avaré.

Três trabalhadores ainda seguem internados em estado grave, entre eles, uma mulher grávida de sete meses.

As outras 35 vítimas foram levadas para os hospitais de Avaré e Itatinga com ferimentos.

O corpo de Bruno será sepultado nesta sexta-feira (17), às 13h30, no cemitério municipal. O jovem deixa esposa e uma filha, ainda bebê.






124 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page