top of page
Buscar
  • Foto do escritor J. POVO- MARÍLIA

Prefeito Daniel Alonso retoma licitação para contratar auditoria e devassar contas de Nascimento


FOGO EX-AMIGO: Daniel Alonso e Eduardo Nascimento: de aliados à batalhas política e judicial

O prefeito Daniel Alonso (PSDB) deterninou a continuidade do processo licitatório para contratação de empresa especializada para fazer auditoria nas contas da secretaria municipal de Esportes e Lazer, no período de 2017 a abril de 2020.

Portaria nesse sentido está no Diário Oficial do Município desta quinta-feira (20). O processo havia sido suspenso este mês por determinação do Tribunal de Contas do Estado (TCE), após contestação do edital por uma das empresas concorrentes ao pregão. O item apontado foi excluído nesta nova publicação e o pregão presencial marcado para o próximo dia 3 de fevereiro.

BATALHAS POLÍTICA E JUDICIAL

A contratação de empresa de autoria para devassar as contas no período de atuação do ex-secretário de Esportes, Eduardo Nascimento (primeira gestão do atual prefeito), marca mais um capítulo na guerra e fogo-ex-amigo entre o atual vereador, o prefeito e o alto escalão da Prefeitura, principalmente o chefe de gabinete, Márcio Spósito e o secretário especial de Governo, Alysson Alex de Souza e Silva.

Nascimento, que também trava uma batalha com o PSDB, foi candidato a vereador em 2016, mas não se elegeu. Acabou sendo nomeado secretário de Esportes.

Em 2020, se elegeu vereador na chapa do prefeito reeleito Daniel Alonso. Logo após assumir o mandato, em 2021, inciou uma série de ataques contra o Executivo.

O chumbo foi se intensificando e após uma tumultuada reunião com o prefeito e alguns assessores, na qual Nascimento metralhou Alonso à queima-roupa, o chefe do Executivo exonerou oito cargos comissionados na secretaria de Esportes, todos ligados ao vereador. Até o secretário da Pasta, Daniel Sabino, o Badinho, foi pra guilhotina.

Em meio a abertura de Sindicância para investigar a gestão de Nascimento nos Esportes, não deu outra: o vereador recarregou a metralhadora giratória com inflamados discursos na tribuna da Câmara e fez denúncias envolvendo patrimônios pessoais do prefeito e assessores.

Nos mais recentes capítulos, o vereador tenta sair do partido dos tucanos com pedido por "justa causa" na Justiça Eleitoral, mas integrantes da alta cúpula do partido atuam para expulsar Nascimento da legenda e querem derrubá-lo da cadeira no Legislativo.

Além disso, o vereador tentou ainda barrar a Sindicância e auditoria contra ele com ação na Justiça, mas teve os pedidos negados.












137 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page